[ARTIGO] Breque dos Apps: direito de resistência na era digital

A Bruna V. de Carvalho, membra do nosso grupo de pesquisa, juntamente com a Gabriela Neves Delgado escreveram o artigo 'Breque dos Apps: direito de resistência na era digital' que pode ser acessado clicando aqui, para o Le Monde Diplomatique Brasil. Leia um trecho abaixo:



“Estamos cansados!”. Em tom de protesto, reclamação e denúncia, esta foi a expressão mais utilizada pelos entregadores das plataformas digitais de delivery durante as entrevistas informais concedidas no transcorrer da greve da categoria, deflagrada no dia 1° de julho de 2020, em Brasília.
O cansaço dos trabalhadores de aplicativos, que circulam pelas cidades para fazer suas entregas ao longo de exaustivas jornadas de trabalho, com disponibilidade perpétua e sem qualquer amparo jurídico trabalhista, é característico do “novo proletariado de serviços da era digital” (Antunes, 2018), envolto em uma sociedade de desempenho, “que atua individualizando e isolando” (Byung-Chul Han, 2015, p. 71).
Continue lendo.
25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo